#EstudoEmCasa 2020/2021

 

O Ministério da Educação, em parceria com a RTP, relança durante o mês de outubro o #EstudoEmCasa, após o reconhecimento por toda a comunidade educativa da mais-valia e do impacto deste recurso. No último trimestre letivo, este recurso demonstrou ser fundamental no acompanhamento das atividades dos alunos, na altura em situação de confinamento, tendo colhido a atenção da comunidade lusófona para além-fronteiras. A universalidade do acesso ao #EstudoEmCasa permitiu que, mesmo os alunos mais isolados pudessem aceder a conteúdos educativos relevantes no desenvolvimento das suas aprendizagens em qualquer parte do território nacional, o que veio a ser complementado pela RTP Play e pela página eletrónica https://estudoemcasa.dge.mec.pt/.

Esta ferramenta educativa não visa substituir a escola, uma vez que, nesta fase, o foco está em garantir o regresso e a manutenção em segurança dos alunos ao ensino presencial, processo que está a ser desenvolvido em cada estabelecimento de ensino com o acompanhamento das autoridades locais e de saúde, em estreita articulação com as famílias (a acontecer o ensino a distância, este será limitado quer no tempo, quer no espaço, quer nas circunstâncias que o determinam, em prol do bem-estar dos alunos e da profícua realização das suas aprendizagens). Na verdade, o #EstudoEmCasa 2020/2021 tem como objetivo manter a escola próxima de todos/as, implicando uma articulação com o trabalho desenvolvido ou a desenvolver pelos docentes de cada uma das escolas. Assim, independentemente de se preservar o ensino presencial como modalidade de ensino privilegiada, estes conteúdos televisivos serão um apoio para os alunos que estiverem em casa, bem como um recurso para todos aqueles que queiram aceder a um conjunto de blocos pedagógicos e até como ferramenta pedagógica para os professores em ensino presencial.

O #EstudoEmCasa 2020/2021 apresenta algumas novidades relativamente ao anterior modelo.

Foi criada uma equipa de coordenação e uma equipa específica para o seu desenvolvimento de cerca de 40 professores e 4 intérpretes de língua gestual portuguesa, cuja sede se encontra na Escola Secundária de Fonseca de Benevides durante o presente ano letivo, dado que esta unidade orgânica já se constituía como escola sede do Ensino a Distância, contando com meios tecnológicos específicos desta modalidade de ensino.

Esta nova fase terá uma incidência particular no Ensino Básico e inicia-se no dia 19 de outubro, por forma a acompanhar o calendário escolar definido pelo Ministério da Educação. Os conteúdos diários têm tempo limitado, em blocos de cerca de 30 minutos, num total de 75 blocos semanais, cumprindo-se a maior parte das componentes curriculares, organizadas disciplinar e interdisciplinarmente. Estas transmissões vão ocupar a grelha do Canal Memória das 09:00h às 16:30h, com conteúdos que fazem parte das Aprendizagens Essenciais. Tal como no ano transato, os blocos da manhã são dedicados aos 1º e 2º ciclos e os da tarde ao 3º ciclo, fazendo geralmente a disciplina de Português Língua não Materna a transição entre os dois turnos.

Porque já não se trata de uma situação de emergência, esta iniciativa pauta-se por algumas características diferentes do modelo anterior. A autonomização do 1º e do 2º anos decorre da necessidade de adequação às especificidades deste início de ciclo, marcado pela aquisição da escrita e da leitura, fator que condiciona inevitavelmente a metodologia a adotar, sendo evidente no 1º ano a preponderância do domínio da oralidade, por exemplo, em atividades de compreensão, como forma de preparação para futuras atividades de compreensão da escrita. A introdução do novo bloco de “Organização do Trabalho Autónomo” provém da consciência da necessidade de desenvolver nos alunos formas de autorregulação e de aprofundamento das aprendizagens, indo, desta forma, ao encontro da progressiva evolução da área de competências de “Desenvolvimento pessoal e autonomia”, preconizada no Perfil dos Alunos.

O #EstudoEmCasa 2020/2021 para o Ensino Básico vai ser transmitido nos seguintes canais: 
 - TDT – posição 7
 - MEO – posição 100
 - NOS – posição 19
 - Vodafone – posição 17
 - Nowo – posição 13

Ficará igualmente disponível em:
 - https://www.rtp.pt/estudoemcasa (emissão de cada dia on demand e módulos individualizados);
 - Página eletrónica - https://estudoemcasa.dge.mec.pt/;
 - Será ainda disponibilizada uma App com todos os conteúdos do #EstudoEmCasa.

Como consequência da vontade de acolher todos os alunos neste projeto, o #EstudoEmCasa 2020/2021 contemplará também o alargamento ao Ensino Secundário. Para este nível de ensino, foram operacionalizadas algumas alterações ao modelo do Ensino Básico. Apesar de ter a mesma equipa educativa e o mesmo número de blocos semanais (75), estes serão organizados em blocos temáticos que podem ser abordados sequencial ou isoladamente, ficando acessíveis apenas no RTP Play, por forma a serem utilizados como reforço das aprendizagens num contexto fora da sala de aula.

Horário das emissões

 
As aulas são transmitidas no canal RTP Memória, nos dias úteis, entre as 09:00 e as 16:30.
 
Horário Ensino Básico 2020-2021